domingo, 12 de dezembro de 2010

Eu ando podre de cansada. Já to mais acostumada com o ritmo da fábrica, mas ainda fico meio baratinada com tanta coisa, e ainda tenho muito pra aprender. Tive muita sorte, tenho colegas maravilhosos, uma chefe maravilhosa, que estão me dando a maior força, me ensinando muito. Admiro muito aquelas mulheres de fibra, admiro a experiência que elas têm, o tino de saber como resolver cada problema. Um dia quero ser como elas, estou procurando absorver o máximo de conhecimento e de prática que o exercício está me oferecendo, embora às vezes ainda me sinta insegura, estou feliz com a oportunidade que estou tendo de aprender. Hoje vejo o quanto a experiência é importante, compreendo porque o mercado procura tanto profissionais com experiência na área, mas eu chego lá, aos pouquinhos chego lá.

domingo, 5 de dezembro de 2010

Eu acho impressionante como uma pequena atitude na vida pode mudar tudo, abrir uma porta, abrir horizontes antes inimagináveis. E acho incrível como a vida sempre nos mostra outros caminhos, outras formas de ver a mesma coisa, o aprendizado é constante. Esses dias a minha mãe estava me falando que tinha aprendido uma forma mais fácil de fazer alguma coisa que agora não me lembro o que, mas daí pensei caramba, a mãe com quase 60 anos e tanta experiência no que faz ainda hoje aprendendo. Cada um tem a sua maneira de fazer as coisas, a sua própria técnica. A experiência na vida não nos impede de ter problemas, mas a aprender a lidar com eles. A experiência nos dá segurança e tino para resolver os problemas quando eles vierem, e é isso que eu preciso e quero pra mim, aprender a lidar com o imprevisível, com aquilo que não está ao meu alcance poder controlar, aprender a lidar com as pessoas e as situações adversas, isso é muito importante, porque as adversidades sempre vão existir, é preciso saber como lidar com elas.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Estou começando a me apaixonar pelo meu trabalho, tenho aprendido tanto, e nos últimos dois dias mais ainda. No início fiquei meio apavorada, adaptação, um monte de coisa pra aprender, e ainda fico meio atrapalhada mas to aprendendo e quando a gente aprende se apaixona. As gurias do laboratório são 10 também, tão me dando a maior força, e o pessoal da produção também. To começando a me sentir mais segura e isso facilita. To feliz!

sábado, 27 de novembro de 2010

Ando sumida porque estou trabalhando êeeee rsrs. Estou trabalhando no contole de qualidade de uma fábrica da minha cidade. Está sendo uma experiência bem interessante. Ainda estou aprendendo e me organizando em termos de horários e tal, essa semana foi meio corrida, mas se Deus quiser nessa próxima semana tudo entra nos eixos. É isso, a novidade é que sou a mais nova trabalhadora do país, mas ainda concurseira, sempre concurseira. 

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Sabes que eu me apavoro de ver que tem muita gente que tem anorexia que pesa o meu peso. Algumas pessoas me dizem que pra conseguir pesar 48kg comem 200, 300kcal por dia! Gente eu como pra caramba! Eu acho pelo menos, comparado com o cardápio de muita gente que vejo por aí. Por exemplo, tem gente que come 2 fatias de pão com requeijão e uma xícara de leite desnatado com café numa refeição. Se eu como só isso morro de fome! Na verdade pão não me enche barriga, até parei de comer pão por isso, pra me saciar tenho que comer no mínimo umas 6 fatias rssr.
Eu olho os pratos das pessoas e fico com vergonha do meu que fica transbordando, quando eu ponho a mesa quase não cabe só de potinho de comida minha (eu guardo a comida em potinhos na geladeira). Acho que meu metabolismo é muito acelerado, eu não consigo comer pouca quantidade. Até tenho tentado diminuir um pouco porque acho que meu estômago é meio dilatado, mas eu não tenho conseguido. De qualquer forma, apesar da quantidade, eu não como coisas que engordam demais. Não como lanche, fritura, não uso óleo pra fazer comida, dificilmente como doce e quando como, é com moderação. Desde que emagreci não passei de 50kg nem de TPM. Mas sempre quando eu vejo o ponteiro da balança subir dou uma maneirada, mas nada como ficar só com duas fatias de pão rsrs. Mesma coisa é o feijão. Duas colheres de feijão e três de arroz. Socorro! Eu como uma concha bem cheia derramando e às vezes ainda pego mais um caldinho rssr. Se bem que não como carne, nem arroz. Mas apesar disto, eu misturo com o feijão farelo de trigo e proteína da soja em pó, fica tipo um pirãozinho de feijão. E depois do almoço como um chocolatinho, pra substituir o carbo do arroz. É o meu jeito de comer que pra mim dá certo de manter o peso. Uma barrinha de cereal também não me mata a fome, pelo menos não por 3 horas. Nem que seja uma banana junto tenho que comer rsrs. Ah ontem tava dando na TV que banana é bom pra TPM, desde ontem tô me enxendo de banana aueiaue, de 3 em 3 horas, e acho que até funcionou pois meu humor está melhorzinho x)
Mesma coisa comer a última refeição nove da noite. Se bem que eu me deito lá pelas duas da manhã, então antes de dormir tenho que fazer um lanchinho reforçado rsrs senão acordo com fome no meio da noite pra assaltar a geladeira. Sei lá, acho que eu como demais, talvez se eu comesse menos, meu estômago diminuísse e minha cintura ficasse com 60cm =D
Ah comecei a fazer abdominal isométrico. Se minha barriga ficar musculosa eu paro. Quero ver se minha cintura fica mais fina, queria tanto ter 60cm de cintura que nem a Carol Dieckmann x)
Se não funcionar vou ter que tirar uma costela kkkk (brincadeirinha). Ontem minha sobrinha fez um aninho, diz que já está correndo, e ainda nem vi ela andando, mas fim de semana que vem que é a festinha eu vejo ela andando e os novos dentinhos também! Por falar nisso, vai ter bolo, docinho, mas como eu ainda não voltei pros meus 47kg que é o peso que quero ficar pra ir à praia, vou levar a minha marmita e se me chamarem de louca eu tô cagando e andando com o perdão da palavra. Poooooooooode falar me chamar de neurótica, de anoréxica, vou levar minhas bolachinhas suquinhos e todynhos e farelinhos e barrinhas e frutinhas secas, faaaaaaaalem não são eles que vão aturar a poxete depois, querem falar podem falar, se eu estivesse mais magra eu comia, mas como o verão está aí e quero colocar meus ossinhos de fora, não vou comer besteira nem que me implorem. Tem o lado de que como muita quantidade, mas também tem isso, não ponho o pé na jaca pra comer besteira NUNCA. De repente esse é o segredo que me faz manter o peso. Depois que eu voltar do aniversário eu conto como foram os comentários de quem me viu comendo barrinha de cereal na frente de um monte de brigadeiro kkkk.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

To sumida sim, sabe aquelas épocas que não dá vontade de falar nada? Épocas que a gente enche o saco de tudo? Eu estou nessa fase. De saco cheio da minha cara que continua a mesma, da rotina, de estudar, de esperar e esperar. Tem épocas que a gente cansa de tudo e fica chatinha e deprimida. 
Não tenho tirado fotos de mim porque eu to sempre com a mesma cara de pastel e com o mesmo corpo. Quando eu estava emagrecendo e a cada foto parecia outra pessoa tinha graça, mas agora não tem. Não tenho comprado roupa nova, não tenho ido a lugares pra tirar fotos legais então não tem graça ficar tirando foto que parece cópia uma da outra.
E pra piorar to de TPM. Aff! Mas até que tenho uma coisa legal pra falar. Uma receita que inventei com espinafre que ficou legalzinho, até a mãe comeu e gostou.
Peguei as folhinhas de 1/2 molho de espinafre cozido, 1 ovo, três colheres de sopa de farelo de trigo, 2 colheres de sopa de proteína da soja em pó, duas colheres de sopa de aveia, sal, coentro, orégano. Bati tudo isto no liquidificador e juntei com 1 cebola picada e um pedaço de pimentão picado. Untei uma forma e coloquei pra assar até o palitinho sair sequinho. Sei lá o que é isso, se é um bolo, se é um pudim, é uma mistureba de espinafre que ficou bom. Daí a pessoa usa a imaginação e coloca o que der na telha, se come carne pode colocar um pedacinho de algum "defunto" se quiser kkk. Como não é o meu caso, eu coloquei proteína da soja. Ah esqueci de dizer que coloquei um copo de leite desnatado junto pra bater no liquidificador. A única gordura foi a margarina light pra untar a forma, não sei quantas calorias tem a porção, mas não é muita coisa, pelos ingredientes que usei. To numa fase deprê, portanto, se eu sumir não liguem que to meio fechadona mesmo pensando na vida. Orem por mim pra ver se me animo de novo! Bjussss

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Meus queridos amigos, estive ausente por conta dos estudos, fiz o concurso esse fim de semana, e daqui a um mês tenho outro concurso então a luta continua. Pois bem, faz muito tempo que venho esperando uma resposta de Deus para algumas dúvidas que tenho com relação ao meu presente, passado e futuro, algumas coisas que aconteceram e acontecem na minha vida que não consigo compreender. Aos poucos, Deus tem me revelado os motivos dEle. Resolvi dividir com vocês minha experiência, pois sei que pode servir para ajudá-los a compreender assim como eu tenho compreendido as coisas.
Quem me conhece a fundo e sabe da minha trajetória, sabe que já passei por algumas situações difíceis. Todos nós passamos em algum momento na vida por uma situação difícil, mas o fato é que fui criada, como diz a minha mãe, como se fosse "uma dúzia de ovos". Por causa disto, costumava me magoar facilmente, chorava por qualquer coisa, se alguém discordasse comigo já era motivo para que eu entrasse numa depressão profunda. Então ao me deparar com um mundo onde não havia toda esta proteção, tive um choque tremendo, mas que foi importante para o meu aprendizado. Passei necessidades, fui humilhada, passei fome e até fui agredida fisicamente. Não quero entrar em detalhes porque para isto teria que citar nomes e situações, e não é esse o meu objetivo. O que quero demonstrar é o motivo pelo qual tudo isto aconteceu comigo. Na época que os fatos ocorreram me agarrei com Deus pedindo o auxílio e a força dEle, mas me sentia injustiçada. Lamentava os acontecidos com lágrimas amargas. Hoje creio que precisei passar por estas coisas por vários motivos. As dificuldades me fortaleceram, me aproximaram de Deus, me provaram o poder dEle e me mostraram que mesmo nas dificuldades ele não me abandona e me dá forças para vencer os obstáculos. As dores me ensinaram que se a vida é uma embarcação e Deus viaja comigo, não significa que eu não vá passar por tempestades, mas sim que eu jamais naufragarei. As dificuldades me fizeram valorizar mais o que realmente tem valor, me fizeram perceber que sou humana e frágil, me fizeram ver a vida por uma nova perspectiva. Mas não foi apenas isso. Todas as dificuldades que passei tiveram como objetivo me tornar mais humilde não apenas com relação as outras pessoas, mas principalmente com relação a Deus. Eu não sou melhor que ninguém e isto já percebi, mas o que é difícil pensar nas 24 horas por dia é que tudo vem de Deus. Meu tio pastor me disse certa vez que quando Deus não quer que algo aconteça Ele fecha todas as portas, e é verdade. Por mais que nos esforcemos, por mais que possamos lutar por nossos objetivos, a nossa luta não é nem 10% do que é necessário para que se concretize o que buscamos. Deus dá as condições necessárias para que possamos agir, como diz o ditado, o Universo tem que conspirar a nosso favor, esse Universo é Deus. Nos últimos tempos eu andei muito preocupada com meu futuro. Medo do incerto, medo de perder meus pais e ficar ainda sem emprego. Mas hoje eu entendi que não são os meus pais que me sustentam, é Deus que me deu estes pais que tenho hoje que me sustenta. Se Deus não tivesse permitido que eu nascesse dEles, eu não os teria. Se Deus não os levou ainda é porque não quis e vai levá-los quando achar que deve, mas ainda que meus pais morram, Deus não vai me abandonar nem me deixar nunca. Por mais difícil que seja a situação, por mais tempo que tenhamos que esperar para que se concretize as promessas de Deus, é preciso descansar nEle. Sim, devemos fazer a nossa parte e lutar, mas sem desespero. Nervosismo é normal, mas é preciso ter a certeza de que tudo vai dar certo porque Deus está no controle de tudo. Nós não sabemos a hora certa das coisas acontecerem. Pode demorar uma vida toda, como foi o caso de Abraão à espera de seu filho Isaque, mas a hora chega, e quando ela chega percebemos que não poderia ter sido antes mesmo. Hoje podemos não saber os motivos de Deus para agir de determinada forma, para deixar que certas coisas aconteçam conosco, mas um dia entenderemos e um dia as promessas dele se cumprirão. Podemos não ter exatamente o que queremos, mas certamente temos exatamente o que precisamos, na exata medida. Não existem injustiças, o amor de Deus é tão sublime que somos incapazes de compreender os seus desígnios. Deus falou comigo e disse que minha hora está próxima, mas que preciso me entregar para que ele possa agir na minha vida. Hoje tenho a certeza de que não tenho mérito nenhum em nada que consegui, pois tudo veio dEle. A Ele todo Poder, toda honra e toda glória para sempre.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

O fio do telefone andou com problema e tive sem net por uns dias, mas continua tudo na mesma, continuo estudando, faltam duas semanas pra prova, e um mês depois tem outra.
Muitas pessoas me perguntam como eu consigo certas coisas, como emagrecer, por exemplo. Eu nem sei explicar porque é uma característica minha essa sede por desafios, sinto necessidade de desafiar a mim mesma todos os dias. A vida pra mim é como um jogo de videogame. Sabe aqueles joguinhos que a pessoa vai mudando de fase? Muitas vezes a pessoa perde o joguinho, mas continua tentando até trocar de fase. Depois que passa pela primeira fase comemora, mas continua tentando até passar pra próxima fase, até acabar o jogo. Depois que acaba o jogo, procura outros jogos, outros desafios. É assim a vida pra mim, uma sucessão de desafios, e essa adrenalina é automotivante. Penso: será que eu consigo? Consigo sim! E vou nessa energia de conseguir, o frio na barriga, a comemoração por cada etapa vencida, tudo isto pra mim é uma grande aventura e uma injeção de auto estima. E isso acontece com várias coisas, não apenas com desafios que me proponho, mas também em coisas que não gosto em mim que procuro mudar. Estou sempre tentando melhorar, me desafiando. É a minha maneira de viver, é o que me faz viver, é o que me faz feliz, mas é uma característica minha e não sei como ensinar as pessoas a serem iguais. O que posso dizer é isso: procure ver a vida como se fosse um videogame cheio de desafios e aventuras e se empenhe em vencer cada etapa. Muitas vezes um problema se resolve apenas mudando nosso ponto de vista, nosso padrão de pensamento. Vou lá voltar a estudar! Continuo magrinha! Mas como estou de TPM to com 49kg kkkk. Bsitos!

domingo, 26 de setembro de 2010

"Cada um de nós é como um livro... Que guarda sua própria história, com início, meio e fim...Nosso corpo é só uma casa onde a alma habita e a morte é o último vôo de nossa alma... Que parte por não caber mais nessa casa, como se quisesse começar uma nova história, um novo livro.
Cada minuto que passa pode ser tudo que me resta para viver,mas eu desperdiço o tempo como se ele fosse infinito.Penso, logo sei que existir é uma circunstância. "

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Virá o dia em que a matança de um animal será considerada crime tanto quanto o assassinato de um homem. (Leonardo da Vinci)

domingo, 12 de setembro de 2010

Conta-se que um fazendeiro, que lutava com
muitas dificuldades, possuía alguns cavalos
para ajudar no trabalho de sua fazenda.
Um dia, o capataz lhe trouxe a notícia que um
de seus cavalos havia caído num velho poço
abandonado.
O buraco era muito fundo e seria difícil tirar o
animal de lá. O fazendeiro avaliou a situação e
certificou-se de que o cavalo estava vivo. Mas
pela dificuldade e o alto custo para retirá-lo do
fundo do poço, decidiu que não valia a pena
investir no resgate.
Chamou o capataz e ordenou que sacrificasse
o animal soterrando-o ali mesmo. O capataz
chamou alguns empregados e orientou-os
para que jogassem terra sobre o cavalo até
que o encobrissem totalmente e o poço não
oferecesse mais perigo aos outros animais.
No entanto, na medida que a terra caía sobre
seu dorso, o cavalo se sacudia e a derrubava
no chão e ia pisando sobre ela.
Logo os homens perceberam que o animal não
se deixava soterrar, mas, ao contrário, estava
subindo à medida que a terra caía, até que,
finalmente, conseguiu sair...".

Muitas vezes nós nos sentimos como se
estivéssemos no fundo do poço e, de quebra, ainda
temos a impressão de que estão tentando nos
soterrar para sempre. É como se o mundo jogasse
sobre nós a terra da incompreensão, da falta de
oportunidade, da desvalorização, do desprezo e da
indiferença. Nesses momentos difíceis, é importante
que lembremos da lição profunda da história do
cavalo e façamos a nossa parte para sair da
dificuldade.

Afinal, se permitimos chegar ao fundo do
poço, só nos restam duas opções:
Ou nos servimos dele como ponto de apoio
para o impulso que nos levará ao topo; - Ou
nos deixamos ficar ali até que a morte nos
encontre. É importante que, se estamos nos
sentindo soterrar, sacudamos a terra e a
aproveitemos para subir.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Liberdade

Estive pensando esses dias, estou na fase mais livre de minha vida até o momento, e talvez na fase mais livre da minha vida inteira.
Não tenho compromisso com trabalho, com estudo, com dinheiro. Acordo a hora que quero, como a hora que quero, faço o que quero com o dinheiro que ganho de graça (mesada).
Não tenho compromisso com casa, filho, marido. Só devo satisfações para meus pais, porém apenas comunico por uma questão de respeito, não preciso da opinião deles para tomar minhas decisões.
Essa liberdade porém não significa falta de responsabilidade, mas flexibilidade. Eu escolho as responsabilidades que quero ter, os compromissos que quero assumir. 
Escolhi me responsabilizar pela minha alimentação, pela minha saúde. Por isso preparo minha comida e faço atividades fisicas, não durmo muito tarde nem acordo muito tarde, com raras exceções.
Escolhi lutar para exercer minha profissão em um cargo público, por isso, deixo de lado momentos que poderiam ser de lazer para estudar. É minha opção, sou eu que me cobro, eu sou meu professor e meu patrão. 
Escolhi utilizar minha mesada para investir nos meus objetivos, com ela pago meu inglês, meu material de estudo, minhas viagens para fazer as provas, minhas inscrições. Com o que sobra compro algumas pequenas futilidades, como roupas e maquiagens.
Me imponho horários, metas diárias e semanais, me organizo. Essa flexibilidade me permite ter várias opções, o que é bem difícil. É difícil ser responsável quando ninguém te cobra. É difícil cumprir metas sem ter um prazo definido por outra pessoa. É preciso foco, e imaginar que essa outra pessoa te puxando as orelhas existe, o outro eu mesmo, se dividir em dois mas não pirar demais, nem relaxar demais, é preciso equilíbrio. É assim que vivo, esta rotina que a maioria acha extremamente chata, mas que eu amo demais.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

http://www.correiodopovo-al.com.br/v3/curiosidades/7372-Comida-resolve-tristeza.html
Essa semana foi muito boa, minha irmã e minha sobrinha vieram passar conosco, passeamos, comprei um biquíni, matamos a saudade. Estudei, mas pouco. Não fiz exercícios. Comi muito doce. Mas foi bom. Hoje tudo voltou ao normal. Voltei a malhar, voltei a me alimentar direitinho, estudei. Tudo sobre controle, acho que dá tempo de estudar tudo. Meu peso está ótimo, graças a Deus. Esses dias comi batata frita e passei mal, não adianta, me acostumei a comer saudavelmente. Cortei eu mesma minha franja, aprendi na internet =) acho que ficou retinha rsrs. Mas meu cabelo está muito comprido, quase na bunda, da próxima vez vou cortar pelo meio das costas cabelo comprido demais dá muito trabalho. Buenas, vou lá estudar de novo. Fui!
http://www.digestivocultural.com/colunistas/coluna.asp?codigo=2050

domingo, 5 de setembro de 2010

Admiro pessoas que são corajosas, que amam a vida e que lutam pelo que querem. 
Admiro quem não desiste, ainda que os obstáculos sejam muitos, ainda que ninguém acredite.
Admiro quem não se contenta com o fácil, e que sabe que é preciso querer mais de si mesmo e não dos outros.
Admiro quem não espera cair do céu, mas sabe que para tudo é preciso luta constante e paciência, além de muita perseverança, porque o que obtemos da vida é proporcional àquilo que fizemos para merecer dela. 
"Quem acredita sempre alcança"

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

To muito feliz, graças a Deus já desinchei quase tudo, hoje estou pesando 48,3kg, não sei como fui inchar tanto, não sei se foi porque tomei chá que desinchei, mas igual vou continuar tomando. O chá que tomei foi dente de  leão, bom para retenção de líquidos.
Tenho dormido muito pouco mas tenho pique pra estudar, graças a Deus. Tenho conseguido estudar bastante, tenho comido bem (pouco em calorias, muito em qualidade nutricional) e apenas há dois dias não malho (de hoje não passa). Fiz alguns pedidos durante o passe no centro espírita, dessa vez pra mim, me senti um pouco egoísta, mas eu sempre peço pelos outros e quase nunca pra mim mesma, acho que meus pedidos estão sendo atendidos :).
Está tudo se encaminhando, evoluindo gradativamente como deve ser, tudo em paz, tudo tranquilinho.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Cada pessoa tem o seu método, mas eu estudo pra concurso da seguinte forma:
Estou sempre de olho no site www.pciconcursos.com.br. Quando surge um concurso legal, eu copio o edital todo pro word e apago tudo que não me interessa, sobre outros cargos, sobre candidatos portadores de deficiência, etc. Resumido ele sempre dá umas 4 ou 5 folhas que eu imprimo. Depois eu vejo quanto tempo tenho até o dia da prova. Vejo o tempo em dias, os dias em horas de estudo. Separo uma semana para revisão de conteúdo. Divido o número de tópicos a serem estudados pelo número de dias até a prova, e assim vou me organizando. Tem algumas matérias mais fáceis que demandam menos tempo de estudo, então ao longo do tempo vou reorganizando meu quadro de planejamento de estudos. Se dá pra seguir exatamente o que tem no quadro? Difícil, eu nunca consegui fazer exatamente o que planejei. Um dia você se programa pra estudar e tem que ir no médico porque ficou doente, outro dia você tem que sair para pagar uma conta, e daí foi-se o planejamento, por isso é bom refazer o planejamento sempre que alguma modificação for feita. Com certeza, ainda que não se consiga seguir a risca o planejamento, dessa forma é mais fácil vencer o conteúdo do que se não tiver planejamento.
O tempo de estudo eu divido da seguinte forma: faço uma pasta no pc para o concurso e deixo de lado uma pasta fora do pc para material impresso e escrito. Dentro das pastas coloco primeiramente material teórico, divido um tempo para pesquisa de material, seja na internet, seja nas coisas que tenho dos meus cadernos. Depois faço um resumo do material e em seguida parto para os exercícios, que me baseio nos resumos para resolvê-los. Então reviso a teoria e os exercícios e depois é só fazer a prova. Tudo isto demanda tempo e dedicação. Pensa que é fácil? Não é mole não.
Vou confidenciar aqui algo que me aconteceu que me deixou triste e preocupada. Esse fim de semana comi bastante bolo. Bastante modo de dizer, umas seis ou sete fatias entre sábado e domingo. Acontece que subi na balança segunda de manhã e levei um susto: 49,7kg. Quase dois quilos por causa de uns pedacinhos de bolo! Foi o que pensei, mas não era. Era tudo inchaço. Desde segunda que venho controlando a alimentação e malhando, mas além disto tomei um chá diurético chamado de dente de leão. De segunda pra cá já diminuiu 1,2kg, ou seja, hoje estou pesando 48,5kg. Então não dá pra se assustar com a balança, às vezes de um dia pra outro dá uma diferença de 2kg ou até mais. Pelo menos agora estou mais tranquila, porque eu sei que posso comer doces de vez em quando que não engordo, mas uma ex gorda sempre tem medo de voltar a ficar gorda, já comecei a me enxergar no espelho gigantesca, dá um nó no psicológico, mas agora que sei que está tudo bem estou mais tranquila.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Plágio do blog da Lu

“A persistência transpõe todo obstáculo.” (Sêneca)
“A persistência é o caminho do êxito.” (Charles Chaplin)
“Nada é impossível para aquele que persiste.” (Alexandre, o Grande)
“O homem persistente procura terminar o que quer que tenha começado.” (Dionísio Catão)
“Uma força menor aplicada persistentemente é igual a uma força maior.” (Gottfried Wilhelm Leibniz)
“Persistência é a teimosia com um propósito.” (Richard DeVos)
“A má-sorte não costuma prejudicar a persistência.” (Publílio Siro)
“Pessoas persistentes começam seu sucesso onde os outros terminam com fracasso.” (Edward Eggleston)
“É do espírito valoroso e persistente não se desesperar na adversidade.” (Cícero)
“Persistência é o trabalho duro que você faz depois que está cansado de fazer o trabalho duro que já está feito.” (Newt Gingrich)
“É graça divina começar bem. Graça maior persistir na caminhada certa. Mas a graça das graças é não desistir nunca.” (Dom Hélder Câmara)
“O rio corta a rocha não por causa de sua força, mas por causa de sua persistência.” (Jim Watkins)
“Cada dia pode ser um dia triunfal se você persistir em seus interesses.” (George Matthew Adams)
“Não é vergonha não conseguir, desde que se persista.” (Sêneca)
“Muitos começam, mas poucos persistem.” (São Jerônimo)
“Com persistência se chega aonde se quer.” (Marcos Pontes)
“O trabalho persistente tudo vence.” (Andreas Schottus)
“O trabalho persistente vale tudo.” (Virgílio)
“Quem persiste não desiste.” (Nick Kouts)

Simplesmente eu, seção narcisismo

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Como se tornar uma pessoa mais segura, mais autoconfiante?

Tornando-se aquilo que desejamos ser. Simples assim. Mas isso não é fácil, é como emagrecer, é gradativo, exige muita força de vontade. Uma pessoa segura se sente capaz. Para que ela se sinta capaz, ela precisa provar para si mesma que pode. A melhor forma de testarmos nossas potencialidades é traçarmos metas e objetivos. Vamos exemplificar com o meu próprio exemplo. Quando criança sempre fui subestimada. Eu sempre fui muito mimada pelos meus pais, e as pessoas pensavam que eu só conseguiria alguma coisa às custas deles. Quando comecei a lutar pelos meus objetivos, primeiramente quis provar para estas pessoas que eu podia. Isso não é correto na verdade, mas funciona. Seja querer provar pros outros ou pra si mesmo, o importante é um motivo pra lutar. A cada vitória nos tornamos mais seguros pois percebemos da nossa capacidade de vencer obstáculos. Percebemos que as outras pessoas não são melhores que nós e que podemos contar com nossa própria força na hora de solucionar problemas, daí surge a autoconfiança. 
Primeiramente, faça uma análise de você mesmo. Coloque num papel duas listas, uma com seus defeitos e outra com as suas qualidades. Uma com aquilo que você gosta em você, e outra com aquilo que gostaria de melhorar. Compreenda que algumas características são intrínsecas e não podem ser modificadas, mas você pode melhorar sempre. Então procure aos poucos modificar aquilo que não gosta em si, policie-se, e quando a autoestima cair, releia a lista de suas qualidades, relembre situações em que se sentiu feliz por ter conseguido algo por seu mérito. Com certeza, aos poucos, você vai se tornar uma pessoa mais segura.
"Talento pode te levar ao topo, mas só o caráter pode te manter lá.'' (Stevie Wonder)

terça-feira, 17 de agosto de 2010

"Campeões não são feitos em academias, Campeões são feitos de algo que eles têm profundamente dentro de si — um desejo, um sonho, uma visão." (Muhammad Ali)
Hoje acordei com um pique! Fui dormir a uma da manhã e acordei seis e meia sem sono, e ainda não estou com sono. Quero ver só pela tarde como vou estar. Sem sono, fui pra cozinha, seis e meia da manhã, tomei meu café e fui cozinhar, que a comida já estava no fim. Fiz abóbora, chuchu e brócolis. Depois arrumei as camas, coloquei os lençóis na máquina pra lavar aproveitando o dia bom, fiz iogurte e vim pra cá estudar. Meus estudos vão numa velocidade incrível, adoro esse conteúdo, estou empolgadíssima e feliz com tudo o que vem acontecendo nos últimos dias. E o clima aqui está ótimo, nem muito frio, nem muito calor, com um solzinho maravilhoso, do jeito que eu gosto. Espero que o dia seja proveitoso na parte da tarde e da noite também, porque ainda tenho muita coisa pra fazer!

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

A felicidade, a auto-confiança, a auto-suficiência, incomodam e atrapalham quem não as têm. Críticas surgem vindas daquelas pessoas que sentem-se menores, que gostariam de sentir-se como nós nos sentimos. É o preço que se paga. Uma pessoa que sabe o que quer, que não desiste, que acredita, assusta. Assusta uma pessoa que não pode ser manipulada, que tem opinião bem definida sobre vários assuntos e que não tem medo de errar, que não tem medo de assumir seus erros, seus defeitos e suas qualidades. Quem não tem medo nem vergonha de ser diferente e que não está nem aí com a opinião de A ou B ainda que esses sejam próximos, assusta. Essas características batem no rosto de algumas pessoas como uma bofetada. Algumas pessoas sentem-se atingidas por este tipo de personalidade, e tentam se defender agredindo, tentando humilhar e diminuir aquele que se colocou no topo. Aprendi com o Gasparetto que a gente está onde se coloca, é uma questão de escolha estar onde se quer, e é uma questão de maturidade não querer o lugar do outro, mas conquistar o seu próprio lugar, o seu próprio espaço.

domingo, 15 de agosto de 2010


Torta fria de legumes:

Ingredientes:

Pão preto light
2 beterrabas médias
4 cenouras médias
1 xícara de couve-flor
1/3 de chuchu
Maionese Arisco
Sal
6 colheres de sopa de proteína da soja hidratada
Leite desnatado
1 ovo cozido

Modo de preparo:

Descasque e lave bem a beterraba, a cenoura, o chuchu e a couve-flor. Cozinhe no microondas em um pote plástico com a tampa semi-aberta, com um pouco de água no fundo do pote para não queimar. A quantidade é mínima, um dedo de água já é suficiente. Cozinhe separadamente a beterraba, a cenoura, a couve-flor e o chuchu. Coloque no liquidificador as beterrabas, terça parte da proteína hidratada, uma colher bem cheia de maionese, leite e sal. Pode colocar o tempero que quiser. Bata até obter um creme não muito seco para que possa amolecer o pão, a quantidade de leite utilizada vai depender da textura do creme. Reserve o creme. Faça o mesmo com a cenoura. O terceiro creme é feito com uma mistura de couve-flor e chuchu. Reserve os três cremes. Forre um pote plástico com pão, coloque uma camada de um dos cremes e vá intercalando. Em cima da última camada de creme, espalhe um ovo cozido esmagado para decorar.

Rendimento: 12 fatias finas
Calorias por porção: em média 40kcal

Torta de iogurte

Para preparo do iogurte:

Para fazer iogurte em casa, basta comprar um pote de iogurte natural e misturar bem com leite morno. A temperatura do leite deve ser tal que não queime a mão. Para que o iogurte fique pronto mais rapidamente, colocar em banho Maria em água de mesma temperatura. Quando a água esfriar, retirar o iogurte do banho e esquentar novamente a água. Demora em torno de 3 horas para ficar pronto, dependendo da quantidade de iogurte feita e da temperatura. O iogurte estará pronto quando adquirir consistência cremosa.

Ingredientes:

Iogurte natural (receita acima)
Biscoito salgado Zezé de fibras
Margarina light
Achocolatado
Adoçante
Essência de Baunilha
Leite em pó desnatado
Coloque bastante adoçante no iogurte, pois o biscoito utilizado é salgado. Misture ao iogurte essência de baunilha a gosto. Intercale em um prato plástico uma camada de biscoito e uma camada de iogurte. Por cima coloque uma camada fina de iogurte e a cobertura.

Cobertura:

Para cada colher de sopa de margarina light adicionar uma colher de sopa de leite em pó desnatado e meia colher de sopa de achocolatado. Adoçante a gosto. Coloque no fogo baixo até derreter, quando subir a fervura desligue e jogue a mistura por cima da torta.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Finalmente consegui fazer a inscrição pro concurso. Mas ontem acabei não estudando, tinha muita coisa pra fazer, hoje eu não me escapo. Fiz chuchu ontem e tirei uma fotinho :)


O tempo por aqui tá um terror, e eu louca de cólica, aff!
Comprei ontem o feijão branco e fiz a farinha, dá trabalho. Passei mais de hora triturando aquele negocinho. Ficou parecido com pó de giz, muito estranho. Coloquei todo o saco no liquidificador, e fui triturando aos poucos. Tive que tampar os ouvidos porque é ensurdecedor o barulho. Peneirei, coloquei no liquidificador de novo, e assim fui até ficar bem fininho. Daí coloquei junto na ração, uma colher de sopa. Ficou com gosto estranho. Da próxima vez vou colocar menos quantidade. A farinha de beringela vou tentar fazer hoje acho, se der tempo. Vou ver se emagreço com o feijão branco, se eu emagrecer, sabe o que significa??? Que eu vou poder comer mais êeeeeee e carboidrato o que é melhor êeeeeeeeee muitos docinhos rsrs. Minha intenção é essa, não é emagrecer, mas usar tudo que for possível para que eu possa comer bem sem engordar.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Ração humana turbinada

Resolvi testar duas coisas pra juntar na minha ração, que li que são boas para a saúde: a farinha de feijão branco e a farinha de beringela. Ainda não comprei, mas vou tentar fazer a farinha e colocar um pouquinho misturado na minha ração, depois eu conto o resultado.

Iogurte vicia mesmo...

Fiz iogurte de outro jeito mais fácil. Em banho-maria. Coloquei água morna, não deixei ferver, e quando esfriava colocava no fogo de novo e esquentava mais um pouco. Questão de duas horas o iogurte tava pronto. Descobri que além de ser de fácil digestão, de fazer bem pro intestino, o iogurte é bom pra imunidade. Ele é probiótico, o que significa, pelo que entendi, que ele compete com as bactérias patogênicas evitando que elas se instalem no nosso organismo provocando doenças. Show de bola né?
Muitas pessoas que leram a minha revista me perguntam: essa tal "dieta da clara do ovo" dá mesmo certo?
Isso me deixa tão irritada rsrs. Outras me perguntam o que dá mesmo certo para emagrecer, ou me contam algo de absurdo, eu digo que não acho legal e elas me dizem, mas funciona, fulana emagreceu 30kg em dois meses com isso... e a saúde, onde que fica???
O mais errado é que a grande maioria das pessoas que quer emagrecer não está nem aí pra saúde. Não pensa no futuro, mas no presente. De que adianta ficar magro por um mês e depois dobrar de peso? De que adianta ficar magro e doente, sem energia, anêmico, depois ter que fazer um baita tratamento para desnutrição e engordar tudo de novo?
Algumas pessoas dizem que não gostam de verduras, de frutas, e que não vão comer de jeito nenhum. Dizem que nunca comeram e são saudáveis, tem índices normais, etc. Só que a gente envelhece, e quanto mais velho fica, mais o organismo sente a falta dos nutrientes de uma alimentação inadequada. Eu parei de comer carne com 5 anos por opção. Porém, eu não comia nenhuma verdura, o que é errado. Meu almoço e minha janta era sempre a mesma coisa: arroz e caldo de feijão. Nem o grão do feijão eu comia. Durante anos fui acostumando meu paladar com legumes, e agora nesta minha última batalha conta a balança de uma vez por todas coloquei o máximo de frutas e legumes no meu cardápio. É tudo uma questão de hábito, criatividade e boa vontade. É bom procurar variar e estar sempre testando novas receitas, tempeiros e ingredientes. Tem coisas como o chuchu que concordo que não tem lá muita graça. Mas bem feito, com ingredientes e tempeiros adequados pode se transformar em algo delicioso. Tem que ter vontade, vocês não têm idéia do bem que uma alimentação boa faz, pra pele, pro cabelo, pros dentes, pro sono, disposição, memória, melhora o humor, o intestino, diminui inchaço, as unhas ficam mais fortes... a lista é interminável. Então, vale ou não vale a pena distorcer o nariz e experimentar sem preconceito? É só uma questão de tempo, a gente primeiro se acostuma, depois começa a gostar de verdura, depois ama e não consegue mais viver sem, experiência própria.

domingo, 8 de agosto de 2010

Hoje é dia dos pais! Bom, aprendi muitas coisas como filha nos últimos anos. Nós, como filhos, costumamos exigir dos pais. Até tem uma frase que diz: não pedi pra nascer. Há controvérsias. Segundo o espiritismo, a gente pede pra nascer sim, e pede muito, implora! Mas não é sobre isso que quero falar. Acontece que o que demoramos a entender é que nossos pais são seres humanos tão imperfeitos quanto nós, poderíamos ser nós ali, no lugar deles, com os nossos filhos. Muitas vezes só compreendemos nossos pais quando nos tornamos pais, outras vezes nem assim. Eles cometem erros tentando acertar, por ignorância, assim como nós filhos às vezes acabamos fazendo coisas erradas sem saber. Depois que compreendi o significado disto tirei um peso de cima dos ombros. Muitas vezes basta olhar uma situação de uma perspectiva diferente para que o problema seja resolvido, as coisas são simples, nós que as dificultamos.

sábado, 7 de agosto de 2010

De volta ao iogurte

O problema de fazer iogurte aqui no sul é que está muito frio, não está ficando direito. Daí resolvi pegar uma garrafa térmica que ganhei de presente para testar e deu certo. Coloquei um potinho de iogurte com leite morninho dentro da garrafa e coloquei a garrafa bem fechadinha dentro do roupeiro no meio das roupas pra continuar quentinho hahaha. Em poucas horas estava cremosíssimo, como jamais tinha ficado antes. Fiquei freguesa, estou viciada em iogurte, tomo até puro.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Nua és tão simples como uma das tuas mãos
lisa, terrestre, mínima, redonda, transparente,
tens linhas de lua, caminhos de maçã
nua és magra como o trigo nu.

Nua és azul como a noite de Cuba,
tens tempestades e estrelas no pêlo,
nua és enorme e amarela
como o verão numa igreja de ouro.

Nua és pequena como uma das tuas unhas,
curva, subtil, rosada até que nasça o dia
e te metas no subterrâneo do mundo

como um longo túnel de trajes e trabalhos:
tua claridade apaga-se, veste-se, desfolha
e outra vez voltas a ser uma mão nua.

 Pablo Neruda

My body, my love

A cada dia eu tenho apreciado mais o meu corpo, do jeito que ele é. Com suas imperfeições, estrias, celulites. Ainda com todos esses defeitinhos eu amo meu corpo. Fico chateada quando fico inchada, que aparece uma barriguinha, mas eu sei que é temporário, que não é gordura, que logo logo ela volta a ficar saradona rsrs.
Gosto do meu conjunto, corpo, cabelo, olhos, sorriso. Aprendi a aceitar meu cabelo como ele é naturalmente, sem tinturas, sem chapinhas. Apenas como ele é. Aprendi a ver minhas gordurinhas com outros olhos. Eu sei que meu corpo poderia ficar mais bonito com malhação, mas o que aprendi a amar foi a sua essência, as suas formas. Admiro meu corpo como uma obra de arte feita por Deus, admiro como as flores que são naturais, perfumam e embelezam. Admiro pela minha saúde também. Pela capacidade que tenho de respirar, correr, me movimentar sem restrições. Pode ser narcisismo, mas acho que todo mundo seria mais feliz se olhasse para o espelho com esse tipo de olhar crítico, e não com julgamentos. Quando a gente se vê lindo, os outros nos vêem lindos, a beleza vem de dentro pra fora, ela flui como uma fragrância que deixa rastros por onde passa. A beleza das diferenças torna nosso mundo mais colorido. É esse mosaico que torna especial, perfeito. Portanto, não queira ser outra pessoa, aceite-se como é e cuide-se, melhore-se, torne-se uma nova versão de você mesmo, diferente de todos. Não apague a luz que existe em você, deixe ela iluminar o seu caminho e tudo ao seu redor, e seja feliz!

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

http://www.adjorisc.com.br/jornais/obarrigaverde/colunistas/g-hoffmann/vontade-de-comer-doce-necessidade-fisica-ou-emocional-1.323028

domingo, 1 de agosto de 2010

Ontem peguei o bonde andando num programa de TV, não sei daonde era, mas eram umas pessoas cegas que tinham ido no cinema assistir o filme do Chico Xavier que foi modificado para que pessoas com deficiência visual conseguissem compreender. Daí tinha uma mulher cega contando que tinha duas faculdades, mestrado, pós... daí fiquei pensando: poxa vida, tanta gente por aí que enxerga, tem um corpo perfeito, e não quer aprender, não quer estudar, não dá valor ao estudo, ao conhecimento, não luta, não aproveita as oportunidades. É triste, muito triste. Pela visão espírita penso: será que essa mesma mulher cega, numa vida passada não teve todas as oportunidades e jogou fora? E nessa vida veio com limitações para que ela aprendesse o valor das coisas, pra que aprendesse a lutar? É uma possibilidade a se pensar.
Eu sou magrinha mas não sou seca. Acontece que tem alguns truques para parecer mais magra ainda. É o seguinte. Eu sou muito magrinha da cintura pra cima e nem tão magrinha assim da cintura pra baixo. Meus braços são finos, meu pescoço é comprido, minha cintura é fina e minhas costelas aparecem. Porém, meu quadril é largo, sou bundudinha e tenho um pouco de coxa. Etnão o que fazer?? Se quiser aparentar mais magra é fácil. Basta usar uma blusinha comprida que tape a jabulani com os ombros de fora. Então a parte mais carnudinha do meu corpo fica encoberta e a parte mais magricela fica aparecendo. Ilusão de óptica. Minha dica é esta, quem quiser parecer mais magro do que é, observe no espelho qual parte do seu corpo é mais magrinha, e mostre ela, escondendo a parte mais fofinha. Se eu quiser parecer mais boasuda é só tapar os ombros e braços e usar uma blusa curtinha com calça colada aueiaue.
http://www.opoderdamente.com/
Seja você quem for, seja qual for a posição social que você tenha na vida, a mais alta ou a mais baixa, tenha sempre como meta muita força, muita determinação e sempre faça tudo com muito amor e com muita fé em "Deus", que um dia você chega lá. De alguma maneira você chega lá." - Ayrton Senna

sábado, 31 de julho de 2010

http://higiene.med.up.pt/freq.php
Altura: 1,60

Maior Peso: 78,5 kg

Menor peso: 47,5 kg

Minha Meta: 48 kg

Um Nome: Jesus

Uma Palavra: Vitória

Um sentimento: Amor próprio

Um Verbo: Viver

Um Gesto: Estender a mão

Em 1º lugar: Deus

Uma Cor: Verde

Um Objeto: Computador

Um Dia: Hoje

Um Mês: Agosto

Um Ano: 1984

Uma Estação: Inverno

Uma Fruta:  Banana

Uma Matéria: Análise e Projeto de Processos Químicos

Um Passatempo: Ler

Um Esporte: Simulador de corrida

Um Herói: Nenhum

Um exemplo: Minha mãe

Um Filme: Chico Xavier

Um Time: Nenhum

Uma Mania: Apertar os dentes (bruxismo)

Uma profissão: Engenheira Química

Um sonho: Nenhum sonho, muitos objetivos

Uma coisa importante: saúde

Uma sorte: ter nascido

Um Medo: Não conseguir fazer tudo que for necessário

Um amor: Próprio

Um perfume: Breu Branco

Adoro: Supermercado

Odeio: Engordar

Um amigo: Fábio Carvalho Magalhães (meu irmão de coração)

Um remédio: Boa alimentação

Amigos: Os verdadeiros

Um lugar: Minha casa

Um cheiro: De mar

Um horário: Seis da manhã

Um sorvete: Flocos

Um chiclete: Babaloo

Uma data comemorativa: todos os dias

Um ciúme: Nenhum

Uma cidade: Rio Grande  RS

Uma dor: Cólica

Uma frase:  Vim, vi e venci.

Uma saudade: Alice Teixeira da Cruz

Um hobby: ler sobre nutrição, saúde e emagrecimento

É indispensável: Deus.

Um gosto: Doce

Um defeito: Ser tão estressada com tudo

Uma qualidade: Perseverante

Uma comida: Feijão

Um doce: Quindim

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Coisas que gosto, que amo

Sabe aquela frase: não tenho tudo que amo, mas amo tudo que tenho? É manjada, mas é exatamente assim que acontece comigo. Tem coisas que amo de paixão mas que por circunstâncias da vida não fazem parte do meu dia a dia, mas não significa que não goste delas.
Algumas coisas que amo:

Minha família: a gente briga mas se ama, meu mais novo amor familiar é minha sobrinha, saudades dela.

Minha profissão: amo e sempre amei, foi amor à primeira vista.

Amo nutrição, alimentação saudável, e ler tudo a respeito. Amo falar sobre isso com pessoas que realmente desejam ter uma vida saudável, dar dicas, contar minhas experiências.

Amo supermercado. É meu passeio predileto rsrs. Adoro andar pelas prateleiras, olhar as novidades, comparar preços, ler as informações nutricionais dos versos dos rótulos.

Amo cinema. Claro que depende do filme, mas o telão dá uma certa magia que quase faz a gente pensar que tudo aquilo é realidade.

Amo o mar. Parece que o mar limpa e leva toda energia ruim para longe, sinto saudades do mar, do céu, da areia, do sol.

Amo sorvete, chocolate, batata frita, lasanha, maionese, macarrão com molho de tomate e parmesão, bauru, quindim, fios de ovos, bombom de morango, bolacha recheada, bolo, essa lista ficaria grande demais para completá-la. Porém, por questões óbvias hoje em dia essas coisinhas ficaram meio distantes, hoje são raras e substituí por versões semelhantes porém mais saudáveis.

Amo malhar. Tá, nem tanto assim. Vamos dizer que gosto dos efeitos que a malhação causa em mim. Minha pele fica melhor, meu sono fica melhor, fico mais tranquila, meu humor melhora.

Amo cozinhar. Adoro inventar na cozinha pratos saudáveis. Na cozinha eu viajo e perco as horas criando, como se fosse uma artista.

Amo maquiagem, esmalte, perfume. Amo liquidação. Loja que tem roupa de 10 a 20 reais me deixa muito feliz, pois só compro nesse tipo de lugar. Modéstia a parte tenho bom gosto, sei escolher, tanto que ninguém diz que meus looks custaram no máximo 19,90 por peça.

Adoro fazer contas. Conta de calorias, de IMC, conta de quanto posso gastar esse mês, de onde posso cortar os gastos pra economizar e comprar uma outra coisa... tenho caderninhos cheios de contas, de todos os tipos. Adoro números.

Adoro palestras espíritas. Quando tenho tempo sempre procuro assistir, seja no centro espírita, seja na internet. Gosto de ler sobre espiritismo, gosto de repensar o que acontece na minha vida e na vida das pessoas que conheço à luz do espiritismo, e acho fantástico como tudo se encaixa na doutrina.

Adoro orar. Passo horas conversando com Deus às vezes. Conto coisas que aconteceram comigo, como me sinto, peço conselhos, agradeço. Peço por outras pessoas, muitas que às vezes nem conheço. Minha linguagem é comum, como falo com todo mundo, e engraçado que parece que uma voz dentro da minha cabeça me responde às vezes... sei que são os anjos do Senhor que trazem para mim a ajuda do Alto.

Adoro escrever. Antigamente tinha diário, agora tenho esse blog aqui que para mim funciona como se fosse um diário.

Adoro cachorros, bichinhos em geral. Adoro bichinhos de pelúcia. Amo crianças. Adoro conversar com pessoas idosas, sempre se aprende muito com eles.

Adoro vinho, bebidas doces em geral, mas não bebo. Quando bebo alguma coisa, são poucas ocasiões durante o ano inteiro.

Adoro internet, informática em geral. Sonhei tanto em ter um computador e hoje não sei como vivi tanto tempo sem ele. Facilita bastante a vida.

Amo meus amigos verdadeiros. Se eu falar nomes vou acabar esquecendo de alguns, não são muitos, mas são únicos.

Amo inverno. Gosto do verão apenas pelas roupas que posso usar, mas no inverno me sinto melhor por causa da pressão. Me sinto mais disposta no frio.

Amo banho. Essa é uma coisa que não consigo economizar. Passo muito tempo embaixo do chuveiro, esfoliando toda a pele, desenredando o cabelo com creme, no banho não consigo economizar.

Amo dormir. Nossa eu não consigo ficar sem dormir, adoeço. Uma cama macia, quentinha, não tem coisa melhor.

Amo cores. Por muito tempo me vesti de preto, hoje me nego a usar. Tenho roupas de todas as cores: vermelho, laranja, rosa, azul, lilás, verde, amarelo.

Eu hei de lembrar mais coisa, mas agora tá tarde e vou dormir rsrs.
A vida é mesmo uma experiência espetacular. Impressionante como a cada dia surgem oportunidades novas de aprendizado, lições magníficas... só não aprende com elas quem não quer.
Ontem foi um dia bom por vários motivos. Eu estava precisando de passe. Por mais que sejamos vigilantes, às vezes, por um motivo qualquer, nossa vibração cai e dá brecha para alguma coisa se instalar e bagunçar a nossa vida, mas tudo bem, estou melhor, Deus não desampara aquele que deseja de coração a sua ajuda.
Estou me sentindo calma, tranquila, ainda naquela fase de adaptação às atividades físicas, corpo meio dolorido, mas uma dorzinha gostosa que dá a sensação de saúde e dever cumprido. Acho que a própria atividade física me ajudou a acalmar. Tempo bom, sol, pouco frio, dia lindo. E muita coisa pra fazer. Domingo fiz um montão de comida, acabou tudo hoje. Portanto, hoje piloto o fogão novamente. Final de semestre do inglês, muita coisa pra revisar. Computador lento pra arrumar, e ainda não acabei a minha arrumação nos materiais dos concursos. Só no pc devo ter uns 4Giga, fora escrito, impresso, etc. É bastante coisa, preciso de calma e paciência pra colocar tudo nos seus lugares. A minha vida segue uma rotina mais ou menos definida, mas eu adoro. E seguindo uma rotina, qualquer coisa diferente que acontece se torna surpreendente. Se tudo mudasse o tempo todo não haveria graça. Assim como perdeu a graça tirar foto se continuo do mesmo jeito, e além do mais anda muito frio pra andar tirando foto de barriguinha de fora. Cansei, não tenho mais novidades pra mostrar, continuo moreninha, franjinha, cabelo comprido, baixinha, magrinha, tudo igual rsrs. Se eu for na praia no verão, espero que vá, eu tiro fotos diferentes, só que daí com o mar de fundo, e eu de biquini rsrs. Cansei de escrever também hahaha, fui!

quinta-feira, 29 de julho de 2010

http://www.educacional.com.br/educacao_fisica/alunos/alunos6.asp

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Eu não tenho escrito porque ando muito chata. Tem épocas que nem eu me aguento. E pra piorar ando muito preguiçosa. Não diria preguiçosa mas desanimada. Me dá um desânimo, um sono... tem dias que fico assim. Às vezes tenho tanta coisa pra fazer que só de pensar desanima. Daí eu faço igual, mas "naquela" velocidade. Ando com dúvidas a respeito de muitos assuntos. Detesto ter dúvidas, normalmente eu tenho certezas, mas de vez em quando me surgem dúvidas sim, daí me fecho dentro de mim mesma para procurar as respostas, olho ao redor, converso comigo, com Deus, às vezes e muito raramente peço a opinião de algém. E no meio dessas informações encontro a resposta para a minha dúvida. É, definitivamente eu sou muito complicada. A grande maioria das pessoas vive simplesmente, sem explicações, ao sabor do vento e das sensações, sem se importar em descobrir respostas, sem se importar com certo e errado, conseqüência ou futuro. Eu sou o contrário, e é esse dificultar tudo que torna minha vida imensamente saborosa. Difícil de compreender? Se tudo fosse fácil não haveria graça alguma.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Matéria Legal

http://oglobo.globo.com/vivermelhor/mat/2010/07/23/medico-ensina-como-nao-engordar-apos-dieta-de-emagrecimento-917225233.asp
Comi doce, não estava nos meus planos. Emagreci de novo, e agora que voltei a fazer exercícios, se não me cuidar vou acabar emagrecendo demais de novo. Então decidi aproveitar essa fase que estou esfomeada e doida por doces, pra desencanar um pouco e comer o que me der vontade, visto que estou malhando bastante.
Até agora comi o seguinte:

Café da manhã:

3 colheres de sopa de ração
100mL de iogurte
1 banana
1 bala de mel

Almoço:

2 colheres de sopa de couve com soja
1 concha de feijão (50% caldo)
2 colheres de sopa de brócolis
2 colheres de sopa de couve-flor
1 colher de sopa de cenoura e beterraba ralados com azeite
1 e 1/2 colher de sopa de pudim de claras
1/2 rapadura de amendoim
1/4 de rapadura de leite
1 bala de mel

E fiz de manhã 40 minutos de simulador de corrida. Quero fazer mais 40 minutos de tarde antes do banho, e mais 40 minutos de noite antes de dormir. À tarde pretendo dar uma organizada no note e ler de cabo a rabo o edital gigantesco porque tenho que me decidir até dia 30 se faço ou não o concurso. 

Uma coisa que sempre me incomodou um pouquinho depois de ter emagrecido era o fato de ter permanecido bunduda. Claro que minha bunda diminuiu, mas continuou chamando a atenção, continuou sendo a parte maior do meu corpo. Achava desproporcional, exagerado pra um corpo tão magrinho. Mas nos últimos dias tenho olhado para a minha "jabulani" como a apelidei, com mais carinho. Não estou achando mais tão exagerada e acho que se fosse menor talvez não ficasse com o corpo tão bonito, não apareceria a cintura, etc. Eu sou muito narcisita mesmo né? Hahaha, mas isso é bom, todo mundo deveria admirar a própria beleza, as pessoas seriam mais felizes.

domingo, 25 de julho de 2010

Impressionante como a cada dia eu descubro que por mais que eu me conheça, sempre há algo mais para conhecer de mim mesma. Os últimos dias foram muito importantes pro meu auto-conhecimento. Eu tenho muitas certezas sim, mas tembém tenho dúvidas. Acho que todas as pessoas deviam de tempos em tempos fazer uma auto-avaliação de si mesmos. É muito fácil colocar a culpa nos outros, na sorte, na vida, em Deus, quando a culpa é nossa. A felicidade só é conquistada quando aprendemos a nos compreender. É só através do auto-conhecimento que podemos nos aprimorar. 
Estou pensando seriamente em acabar com a moleza e retornar ao meu ritmo natural. Hoje já fiz uma hora e meia de simulador de caminhada e pretendo fazer mais meia hora. Quero voltar a acordar cedo, a fazer exercícios todos os dias, estudar, cozinhar apenas uma vez por semana. Colocar ordem nessa bagunça e organizar uma rotina bem boa porque estou pensando em fazer um concurso que apareceu aí, que parece uma boa. 
Eu gosto de me exercitar, me acalma. Durmo mais tranquila, me sinto menos estressada, acordo mais disposta. Mas que dá preguiça com esse frio dá. Mas como eu sou uma pessoa muito determinada, vou insistir e voltar à malhação nossa de cada dia. Quando eu era gorda e doía as articulações e dava falta de ar e mais outras coisas eu tinha motivo pra não fazer, hoje em dia só tenho sensações boas quando me exercito, então não tem desculpa.
Fiz hoje minha comida da semana. Couve, couve-flor, alface, brócolis. Espero que dure uma semana. Quero ver se sigo um cardápio durante a semana pra não me exceder. Deixa eu pensar o que pode ser....

Café da manhã: (80 notas)

3 colheres de sopa de ração (30 notas)
100mL de iogurte (20 notas)
4 bolachas integrais ou 1 fruta (30 notas)

Almoço: (80 notas)

1 concha de feijão (50 notas)
couve, alface, couve-flor, brócolis (0 notas)
cenoura com beterraba (10 notas)
pudim (20 notas)

Lanche da tarde1: (80 notas)
 
3 colheres de sopa de ração (30 notas)
100mL de iogurte (20 notas)
4 bolachas integrais ou 1 fruta (30 notas)

Lanche da tarde2: (80 notas)

3 colheres de sopa de ração (30 notas)
100mL de iogurte (20 notas)
4 bolachas integrais ou 1 fruta (30 notas)

 
Lanche da noite: (80 notas)
 
3 colheres de sopa de ração (30 notas)
100mL de iogurte (20 notas)
4 bolachas integrais ou 1 fruta (30 notas)
 
Total: 400 notas
Xi deu pouco, depois vou fazer essas contas de novo.


quarta-feira, 21 de julho de 2010

Copiando do blog da Larissa, gostei

Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas.

Sun Tzu, A arte da guerra

terça-feira, 20 de julho de 2010

Prontinho,  já engordei um quilo! Uma ex gordinha sempre saberá como engordar quando quiser, hehe. Normal, não me assusto mais, já emagreci demais umas quantas vezes, e consegui recuperar. Agora é comer normalmente e cuidar pra não emagrecer de novo... nem egordar demais. Sem stress. Estou tentando organizar meus arquivos ainda, desde ontem estou vendo o que posso salvar, o que posso deletar, o que tem repetido, arrumando tudo em pastinhas. Sabe-se lá quantos giga vai dar tudo isso, mas tudo bem, o importante é conseguir me achar depois no meio de tanta coisa. Meu roupeiro já está praticamente totalmente organizado, já dei o que não me servia, sobrou bastante espaço mas acho que ainda dá pra arrumar de forma a ficar mais fácil de encontrar as coisas, realmente organização não é o meu forte. Ainda tenho que organizar as coisas escritas a mão, apostilas impressas, provas, exercícios resolvidos. Ah e tenho que arrumar um espaço pra guardar meu enxoval, porque cada coisa nova eu coloco num lugar diferente, e tem coisa grande como panela, coisas de vidro... tenho ainda coisa pra arrumar por algumas semanas, me divertir um pouquinho. Ah, feliz dia do amigo para todos!

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Hoje recebi a visita de uma amiga do peito. Era minha vizinha, me viu crescer, o filho mais novo dela é um ano mais velho que eu e estudou no mesmo colégio onde eu estudava. É muito mais minha tia do que muito irmão dos meus pais, torce por mim, chora comigo nos momentos difíceis, se emociona com minhas vitórias. Foi comigo na minha formatura, e para mim foi uma convidada ilustre. Veio para olhar as fotos da minha sobrinha e para rebecer a minha revista. Tinha guardado uma separadinha para ela, que guarda com carinho minha foto de formatura, disse ela que está junto das fotos da família. Ela se mudou e não consegui encontrá-la na época para dar a revista para ela. Tenho poucos amigos, mas os que tenho valem por muitos. Verdadeiramente me amam, torcem por mim, me admiram e muitas vezes distantes continuam próximos. Agradeço a Deus por ter encontrado pessoas tão especiais e poder ter compartilhado momentos tão lindos com elas. Que Deus te abençoe Tânia, te amo!

sábado, 17 de julho de 2010

O que eu comi hoje?
Hoje comi relativamente pouco, então me animei a postar rsrs.

Café da manhã: 09:00

3 colheres de sopa de ração
100mL de iogurte feito em casa
1/2 bolachão de milho (é bolachão mesmo, tem o tamanho da minha mão)

Almoço: 12:30

1 concha de feijão
2 colheres de sopa de salada de cenoura e beterraba ralados, tempeirada com azeite
2 colheres de sopa de couve refogada com proteína de soja
2 colheres de sopa de brócolis cozido
2 colheres de sopa de couve flor cozida
1 e 1/2 colher de sopa de pudim de claras
100mL de iogurte feito em casa

Lanche da tarde:16:00

3 colheres de sopa de ração
100mL de iogurte feito em casa

Lanche da tarde 2: 19:00

2 fatias de mamão
1 fatia de pão integral
1 colher de sopa de maionese Arisco
1 colher de sopa de salada de beterraba, cenoura e azeite
100mL de leite desnatado com 1 colher de chá de tody e adoçante

Ah e comi um monte de bala também kkkk se não fosse isso até que não tava tão ruim né?

Marmita

Li uma matéria a respeito da tática de algumas atrizes que levam suas marmitas para o projac. Eu amo isto. Sempre quando vou viajar pros meus concursos, tenho levado meus lanchinhos. Tenho uma bolsa térmica, mas ela não conserva muito. Queria algo melhor, para usar também durante o verão. Meu maior medo é estragar a comida e acabar tendo um problema intestinal em plena viagem, já imaginou? hahaha
Daí é só levar um pote com saladas, feijão, ovo, bastante proteína. Não me importo de comer frio mesmo, melhor do que as comidas que comi em alguns restaurantes por aí, que além de caras me fazem passar fome. Vegetariano sofre pra comer na rua, muito mais do que quem faz reeducação alimentar.

Sabotadores de Dieta

Estava lendo em um site a respeito dos sabotadores de dieta. Existem vários, desde o namorado até o colega de trabalho. É só a gente pensar em emagrecer e parece que tudo à nossa volta conspira contra nós. Surgem convites para orgias gastronômicas, aparece na geladeira as maiores guloseimas do mundo.
O que eu penso a respeito disto, é que não se pode fugir destas situações, o que precisamos fazer é aprender a lidar com elas. Nesse caminho muitas pessoas não vão entender nossa recusa a determinados alimentos, muitas vezes até se sentem ofendidos. Muitas vezes cheguei na casa de pessoas e tinham feito um doce especialmente para mim, e eu tive que dizer: não, obrigado. Lembrando que minha primeira dieta foi aos 8 anos de idade. Na verdade eu já estava acostumada com o nariz torcido de tios, tias e avós desde que parei de comer carne aos 5 anos e ouvia pelos cantos: que guria nojenta pra comida, culpa da mãe, precisa dumas boas palmadas!
Depois das críticas pelo vegetarianismo vieram as críticas ao emagrecimento. E não é diferente hoje em dia. É claro que hoje posso ceder a alguns "pecados" porque não quero emagrecer mais, mas isto não significa que posso comer até as paredes. Eu uso a lei da compensação, não vou comer desesperadamente todos os dias. Se exagero num dia, dou uma maneirada no outro. Isto que as pessoas não entendem. Mas o que é preciso entender é que as pessoas não vão mudar, somos nós que devemos modificar e aprender a lidar com elas. É como eu sempre digo, críticas sempre vão existir, estejamos gordos ou magros. É preciso sustentar uma opinião e uma atitude para manter-se saudável e magro. É preciso fechar os ouvidos, porque as pessoas nos criticam apenas por falta de conhecimento. Essa é uma das partes mais difíceis, não só no período de emagrecimento, mas depois disto também.

Entenda por que as "dietas da moda" não funcionam e prejudicam a saúde

Técnicas que prometem emagrecimentos em tempos recordes são perigosas


"Perca  5kg em uma semana comendo chocolate!", "emagreça 7kg com a dieta da linhaça" e outras. Exemplos não faltam, e todos eles com um algo em comum: a promessa de corpo perfeito em pouco tempo com o mínimo esforço. Entretanto, tanta facilidade levanta uma questão inevitável: as dietas da moda, como ficaram conhecidas, são realmente eficazes?
– Ninguém consegue seguir algo assim por muito tempo. Ninguém consegue, por exemplo, comer diariamente ração humana e não enjoar, viver à base de sopa ou cortando totalmente o carboidrato – afirma Helena Tonetto, psicóloga especialista em alimentação saudável e proprietária da Substância. – Estas dietas até conseguem promover um emagrecimento rápido, mas em pouco tempo a pessoa acaba engordando novamente.
Para Helena, o desejo de perder peso e conquistar um corpo esbelto é algo latente entre as pessoas com sobrepeso. O problema é que, normalmente, quem prefere seguir dietas da moda não está psicologicamente preparado para o emagrecimento. Assim, seguir um cardápio totalmente desequilibrado que promete resultados rápidos é mais atrativo do que uma proposta de reeducação alimentar. Para a especialista, é preciso ter prazer com a alimentação.
– Não é preciso privar-se de nada, mas apenas buscar equilíbrio. Quem está realmente disposto a reaprender hábitos alimentares e adotar uma rotina saudável, certemente conquistará resultados eficientes e duradouros.
Outro fator negativo é que as dietas da moda estimulam as pessoas a sentirem-se fracassadas. Quando os primeiros quilos vão embora, eles sedem espaço para a sensação de bem-estar e para a autoestima. Porém, em poucas semanas, quando a balança volta a denunciar os quilos extras, a sensação é de derrota. Afinal, as pessoas perceberem-se vítimas do efeito sanfona.
Riscos à saúde
De acordo com Karine Rabaiolli, nutricionista da Substância, esses regimes alimentares, além de não garantirem o emagrecimento prometido, podem gerar graves conseqüências.
– A conta é simples: essas dietas insistem em eliminar o consumo de determinado grupo alimentar, exagerando na ingestão de outros. Este desequilíbrio, além de perigoso, quase sempre resulta em alguns quilinhos extras – afirma a nutricionista. –Além disso, emagrecer com tamanha velocidade nunca é saudável – salienta.
Deficiência de nutrientes
O organismo necessita de uma gama complexa de nutrientes para manter-se saudável e mesmo quando se quer emagrecer (ou principalmente por isso), é imprescindível que se respeite as necessidades do corpo. Uma boa variedade de alimentos (nas devidas proporções, é claro) ajudam a acelerar o processo de perda de peso. E dietas à base apenas de carboidratos, proteínas ou fibras pecam pela falta de equilíbrio nutricional. O saldo final é fácil de prever: indisposição, tonturas, desaceleração do metabolismo, entre outras coisas.  
– A falta de carboidratos, por exemplo, é muito perigosa. Esse nutriente é um dos maiores responsáveis pela produção de seretonina (hormônio da saciedade). Assim, sua falta  provoca compulsão alimentar e aumento da ansiedade, o que dificulta ainda mais o processo de emagrecimento – afirma Karine Rabaiolli.
Gorduras e proteínas
Outro problema dessas dietas é o excesso de ingestão de nutrientes "perigosos". É o caso daquelas à base de gorduras e proteínas.São muitos os riscos provenientes do consumo excessivo desses nutrientes, como  o aumento dos níveis de colesterol e triglicerídeos – o que facilita o aparecimento de doenças como infarto e derrame. Além disso, o fígado e os rins ficam sobrecarregados, uma vez que atuam na metabolização da proteína.  
– A insuficiência de fibras, muito comum em dietas a base de proteínas e gorduras, é outro fator de risco e pode alterar o bom funcionamento do intestino – afirma a nutricionista. 
“Efeito sanfona”
Entretanto, talvez o problema mais temido pelos seguidores dessas dietas é o malfadado “efeito sanfona”. Ele é caracterizado pela rápida recuperação do peso perdido a partir dessas dietas. Isso se deve à perda muscular que acompanha a queima rápida de gordura.
– Com a perda de tecido muscular, as necessidades energéticas também diminuem. Desse modo, ao interromper o regime, a pessoa volta a engordar, ganhando muitas vezes mais peso do que havia perdido com a dieta – salienta Karine.
Fonte: Sustância

terça-feira, 13 de julho de 2010

Minha lista de compras

O que vai no meu ranchinho light?
Eu faço minha comida separada aqui em casa, então faço minhas compras separado, tenho minha geladeira separada, e tenho meu rancho guardado separado do da minha mãe. A única coisa que como da comida dela é o feijão. O que não pode faltar no meu ranchinho light é:
  • leite desnatado;
  • farelo de trigo;
  • farelo de soja;
  • proteína da soja;
  • tody;
  • linhaça;
  • farinha de trigo;
  • cenoura;
  • chuchu;
  • brócolis;
  • beterraba;
  • cheiro verde;
  • iogurte (agora faço em casa);
  • margarina light (para fazer pão, torta, untar a forma);
  • adoçante;
  • abacate (este adicionei a pouco na minha alimentação);
  • abóbora;
  • couve-flor;
  • banana;
  • maçã;
  • mamão;
  • maionese Arisco;
 Não to lembrando de mais nada agora, é mais ou menos isso daí. As únicas coisas mais carinhas são os farelos e a proteína, mas se fores comparar com o preço da carne, sai mais em conta. Quando vou viajar levo barrinhas de cereais, mas evito comprar porque sai caro. Levo maçã na bolsa quando vou sair e me demorar, para comer no caminho. Faço as compras uma vez por semana, e cozinho uma vez por semana aproximadamente. Coloco tudo em potinhos na geladeira e esquento para comer.
Eu tinha muita mania de comprar tudo light antigamente. Sai caro. Percebi que dá pra fazer muita coisa em casa, como iogirte, pão e biscoito. Até ricota dá pra fazer em casa. Frutas e verduras da estação também são uma boa pedida para não se gastar muito. Pesquiso sempre preços e procuro comprar nos lugares mais baratos. Dá pra ter uma vida saudável se a pessoa se organizar, cozinhar coisas mais saudáveis é demorado, lavar os legumes dá trabalho, mas se a pessoa se organizar, cozinhar no fim de semana, por exemplo, e deixar tudo na geladeira, guardar os legumes lavadinhos, são medidas que facilitam bastante a vida. E dá sim pra comer coisas saudáveis sem gastar muito, basta ter criatividade.
Do fundo do meu coração que a cada dia fico mais feliz com a quantidade de pessoas que passaram a seguir o meu exemplo, e que resolveram optar por uma vida mais saudável.
Tenho prazer em contar a minha história, tirar dúvidas, dar dicas, e fico feliz com cada resultado obtido, como se fosse eu a emagrecer.
E o interessante é que estou sempre aprendendo coisas novas, sempre modificando uma coisinha ou outra, leio muito a respeito e invento muita coisa que dá certo. Acho que realmente preciso escrever um livro!

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Disciplina, disciplina, disciplina. Essa foi a primeira instrução que Chico Xavier recebeu de Emmanuel para ser um bom médium e jamais ser desamparado pela espiritualidade maior. Eu digo mais, esta instrução se aplica ao sucesso em todas as áreas da vida. Para emagrecer, por exemplo, a pessoa precisa ser muito disciplinada, o que não significa que ela tenha que ser radical. É preciso equilíbrio, paciência, determinação e muita vontade. Incontáveis vezes encontrei pessoas desesperadas me dizendo: preciso emagrecer rápido, me ajude!
Olham para mim como se eu fosse a salvação delas, como se tivesse uma pílula mágica capaz de transformá-las de gordas a magras da noite para o dia. Muitas vezes me perguntam em quanto tempo emagreci 30kg, acho que esperam que eu diga que foi em um mês. Quando digo que demorou um ano e meio, vejo no semblante delas a decepção. Quando falo que tive que transformar totalmente meus hábitos alimentares, gradativamente, que suei muito em cima da esteira durante todo este tempo, sinto nos olhos delas o pensamento: prefiro continuar acima do peso. 
Tenho uma dica bem legal. Aprendi a fazer iogurte em casa. Já contei isto para vocês??? Bem, se contei vou contar de novo kkk. É bem simples. A primeira vez fiz com leite frio e demorou mais, agora fiz com leite morninho e ficou pronto em 3 horas. É só colocar um copo de iogurte desnatado numa panela, ir colocando leite desnatado aos poucos e mexendo até ficar bem homogêneo. Se quiser pode misturar água. Eu coloquei um litro de leite e meio litro de água. O leite deve estar morninho, não demais senão não dá certo. A panela não pode ficar totalmente tampada, pode colocar um pano de prato em cima. Depois de pronto é só bater no liquidificador com a fruta de preferência e guardar na geladeira. Eu faço com ameixa seca, fica uma delícia. 850mL de um iogurte desnatado poco calórico, custa 5 reais. Um litro de leite desnatado custa mais ou menos 1,50, olha a diferença. A primeira vez que fiz comprei um potinho de iogurte desnatado. Depois que fiz o iogurte guardei uma parte sem bater com a fruta para fazer o próximo, daí não precisei comprar iogurte de novo. Só que toda vez que for beber tem que misturar porque o soro se separa um pouco. Adorei a idéia de fazer iogurte em casa que não dá trabalho e eu economizo, já que sou mega "econômica".

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Estou com tosse faz quase uma semana. Não vou falar detalhes porque é muito nojento, mas acho que é bacteriana, vou ao médico hoje.
Fiquei doente no dia seguinte que cheguei na minha irmã. Eu e a mãe fomos visitá-la, ficamos de sexta a segunda. Acho que devido as intempéries da viagem acabei adoecendo. E ainda estou mal, quase não durmo porque de noite a tosse piora.
Minha sobrinha tá linda, mas não pude ficar muito perto dela de medo que ela ficasse com tosse também, mas me aproveitei pra tirar muitas fotinhas, ao todo foram 126.
Desde antes da viagem não paro. Organizei tudo para levar e não incomodar minha irmã que está com neném pequeno. Fiz toda a comida e levei em potinhos numa sacola térmica. Chegando tive que lavar um monte de roupa, fazer comida nova para a semana (cozinho para a semana toda e deixo na geladeira, depois é só aquecer no microondas), fazer o rancho do mês, pagar as contas, fiz pudim pros meus pais, fiz iogurte em casa, enfim... a Maria que existe em mim tomou as rédeas do meu ser rsrs. Eu adoro cozinhar, não gosto muito de organizar coisas, gosto de lavar louça, ariar panela, lavar roupa. Mas na verdade tenho feito isso pra ajudar a mãe que trabalha fora e anda muito cansada com os afazeres da casa.
Aprendi a fazer iogurte. Iogurte desnatado com baixa caloria é muito caro, então resolvi tentar fazer e deu certo. Eu sou sim muito canguinha, mas gosto disso, com as minhas economias nunca me aperto e sempre tenho dinheiro guardado quando preciso.
Comprei um pote de iogurte desnatado natural e coloquei em uma panela bem grande com um litro de leite desnatado misturado. Tem que misturar bem porque é difícil de homogeneizar. Aqui é frio, então deixei 12 horas descansando, é bom cobrir a panela com um pano de prato. Depois das 12 horas olhei e estava lá o iogurte cremosinho, de um potinho ficou um litro de iogurte. Procurei ameixa sem caroço e o potinho era mais de 8 reais! Depois encontrei a granel e saiu pouco mais de 2 pila, eu e minhas economias rsrs. Bati meu iogurte no liquidificador com ameixa e pronto! Iogurte de ameixa, por menos de 2 reais o litro. O outro comprato pronto sai quase 5 reais.
Tenho comprado frutas e legumes numa parte da fruteira que deixam o que está ficando velho, por um preço mais barato. Na verdade, tem muita coisa praticamente podre ali. Mas procurando e escolhendo, a gente acha coisas maduras porém não estragadas. As maçãs são deliciosas, bem madurinhas e doces. 75 centavos o quilo. O mamão sai por 1,50. A cenoura por um real o quilo. Venho sempre com a sacola cheia, e com dinheiro no bolso.
Ah fiz um chá pra minha tosse! O pai podou as plantas e ia colocar fora um monte de chá, juntei tudo e uma parte cortei para secar e guardar e outra fiz um chá concentrado com boldo, açúcar mascavo, cidrão, cravo e canela pra dar gostinho e folha de bergamota. Ficou ótimo. Coloquei num vidro de nescafé e guardei na geladeira. Ficou tão concentrado que basta algumas colheres de sopa diluídas numa xícara para ficar bem forte. Aqueço no microondas e tomo o chá com própolis. Esse tem sido meu tratamento, mas vou ao médico igual.
Minha irmã se abismou da quantidade que como. Com a minha magreza ela não acreditava quando eu e a mãe dizíamos que como bastante. Ficando uns dias na casa dela, ela pôde perceber que é verdade. Quando chegamos lá passamos num supermercado, compramos um pote pequeno de tody, beterraba, 1kg de maçã, iogurte, 4L de leite desnatado, acho que só. Ela olhou o tody e me disse: não é light? E pode? kkkkkkkkk
Comi nos 3 dias que fiquei lá 1kg de maçã. Tomei 3L de leite e 1/3 do potinho de tody. E comi doce, ela fez sagu com vinho, fazia tempos que não comia, aprendi pra fazer aqui em casa. Um dia ela me disse: não sei como consegues manter esse peso com o que comes. É que ela não conhece a lei da compensação. Eu uso a cabeça pra comer. Se por um lado como doce, diminuo o carboidrato da refeição. Tanto ela falou que fiquei até com medo e me pesei quando cheguei em casa, o mesmo peso.
As vizinhas dela queriam ver a irmã depois de ter emagrecido e saído na capa da revista. Me escondi, com aquela cara de gripe horrorosa não queria decepcionar quem tinha a imagem da sou mais eu na cabeça.
Bem, estou de férias dos estudos, mas não parei ainda, muitos serviços domésticos, muita bagunça pra arrumar, muita faxina pra fazer, mas qualquer hora dessas eu termino. Acho que de novidades é só.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Eu tenho uma prima que tem 45 anos e cinco filhos. Os dois últimos são gêmeos. Bem, o que quero falar dela é que sempre achei ela linda. Loira, magérrima, com um narizinho perfeito. Ela é pouco mais baixa que eu e pesa 40kg. Ninguém diz que ela tem 45 anos, muito menos que tem 5 filhos. Ela me disse que come de tudo. Se ela conseguiu gerar e criar 5 filhos, é um sinal de que saúde é o que não falta nela. Ela é realmente muito, mas muito magrinha. Então eu me pergunto: qual o limite da magreza? Não digo pra pessoas que fazem dieta, mas para aquelas que assim como a minha prima, comem de tudo e não engordam. Se a pessoa come bem, tem uma alimentação saudável, ainda assim, será um risco ter um IMC menor que 18,5??? Quanto ao caso contrário, sabe-se que pessoas com um IMC maior que 30 e uma relação cintura/quadril maior que 0,8, existe um risco aumentado de várias doenças, ainda que a pessoa seja saudável e pratique atividades físicas, ela estando acima do peso e possuindo grande quantidade de gordura visceral, apresenta um risco iminente. Mas e a pessoa magra demais, tendo uma vida saudável, apresenta algum risco??? Fica a pergunta no ar, que quando tiver oportunidade vou perguntar para a minha nutricionista.

domingo, 20 de junho de 2010

Eu estava lendo num outro blog a respeito de anorexia. Lá dizia que as pessoas anoréxicas sentem a mesma fome que as pessoas normais, mas ainda assim não comem. Bom, daí não posso dizer porque não sou anoréxica, mas posso garantir que dá pra fazer a fome diminuir, de várias formas.
Comer mais devagar, comer de 3 em 3 horas, aumentar a quantidade de proteínas e fibras, e o mais importante, ir diminuindo gradativamente a quantidade de comida ingerida.
Eu como de tudo mas com um certo controle. Por exemplo, hoje quando a mãe foi tomar café da manhã me ofereceu um pedaço de rocambole recheado com doce de leite que o pai comprou no supermercado. Ele comprou também um bolo de laranja. Só que eu já tinha tomado café da manhã, então não comi, deixei pra comer agora no lanche da tarde que fiz depois da vitória do Brasil contra a Costa do Marfim =D
Comi uma fati fina de rocambole, uma fatia fina de bolo de laranja e uma torrada pra não ficar sem nada de sal, com café. Claro que há 3 anos atrás eu teria ficado com fome de comer só aquilo, mas hoje meu organismo se acostumou com essa quantidade de comida, e não fico com vontade de comer mais. Como devagar, coisa que eu não fazia antigamente, saboreio, e daí a 3 horas como de novo, e não passo fome. Por falar nisso, meu prato hoje ficou tão bonito! Pena que não tirei foto. Tava bem colorido. E fiz hambúrguer de soja! Inventei uma receita, e fritei sem gordura em frigideira anti aderente. Ficou bem parecidinho com esses de carne que a gente compra pronto. Eu nunca comi esses, mas a mãe que provou disse que ficou parecido. Fiquei freguesa. Até tive uma idéia que quando eu tiver 100% da barriga vou tentar. Fazer um bauru com bife de soja. Ah eu adoro cozinhar, e adoro comer também!

sábado, 19 de junho de 2010

Eu estava aqui pensando nas pessoas que me procuram para saber mais sobre reeducação alimentar, e a dificuldade que tenho de explicar para algumas pessoas do que se trata. Algumas pessoas preferem seguir dietas rápidas e restritivas, outras preferem cardápios pré-estabelecidos, e não compreendem que numa reeducação alimentar não existe uma regra, um cardápio fechado que não possa ser substituído por outro.
Na verdade acho que a reeducação alimentar começa pela informação. No wikipedia diz que educação é ensinar e aprender. Pois bem, reeducar-se seria então reaprender alguma coisa. Para aprender, precisamos querer e buscar informação. Ler sobre nutrição, procurar entender como funciona nosso organismo, sobre saúde, sobre composição dos alimentos, enfim, tudo que seja possível para saber escolher. Se temos estas informações, iremos pensar melhor antes de consumir determinado alimento, e teremos propriedade para escolher os alimentos certos, nas proporções certas, de acordo com os conhecimentos adquiridos. Pra fazer uma reeducação alimentar é preciso deixar de lado a preguiça de pensar e se informar.
http://www.terra.com.br/istoegente/387/pda/a_receita_de_gi.htm

Viu como é possível ser magra sem ser anoréxica e comendo bastante? Se a pessoa não exagera e faz atividades físicas, não tem mistério.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Um lugar legal de procurar receitas lights e saborosas é nos sites de spas. Procurei no google uns sites de spas e achei receitas bem interessantes.
Percebi uma coisa. Se tu me deres um pão para comer, eu vou ficar com vontade de comer mais. Agora se tu pegares esse mesmo pão, cortar em fatias e torrar, me sacia mais. Então pão torrado emagrece? Não! É que, pelo menos eu, me sacio mais com alimentos mais "durinhos". Tenho que passar trabalho pra mastigar pra me saciar. Por isso como tanto farelo, por isso gosto de coisas crocantes e bem torradinhas, frutas com casca, etc. Por falar nisso, tenho comido pão torrado com doce de uva da marca piá. Não é light, mas se consumido com moderação não engorda. E é bem baratinho. Uma delícia!

Dê o exemplo

Reconheço meus defeitos, e tenho plena consciência de que não sou perfeita e ainda tenho muito o que aprender. Mas também reconheço minhas qualidades e não chamo isso de arrogância, mas de auto-estima.
Muitas pessoas se espelham em mim, em vários sentidos. O emagrecimento é o principal deles. Muitas pessoas que me cercam seguiram meus conselhos e emagreceram, e isso pra mim é uma honra. É gratificante ver que conseguimos de alguma forma ajudar as pessoas. A melhor maneira de aconselhar é dar o exemplo. As pessoas costumam se espelhar em casos que sucesso. Isso funciona também na educação das crianças. A melhor forma de ensinar é fazer correto.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...